Convento de Nossa Senhora da Orada


 
 
Convento de Nossa Senhora da Orada
 

O actual edifício do Convento de Nossa Senhora da Orada, data do séc. XVIII, embora a sua fundação formal, pelos Agostinhos Descalços, remonte a 1670.

A Orada da Monsaraz, segundo as fontes tradicionais, tem o nome ligado ao condestável D. Nuno Álvares Pereira, que aqui rezou entre algumas batalhas com os castelhanos.

Começado a construir em 1700, pelo prior João do Calvário, ficou inacabado e só em 28 de Agosto de 1741 foi inaugurado, graças aos esforços dos priores da freguesia de Santiago e do Convento.

A fachada da Igreja apresenta as características do estilo da época de D. João V, sóbria arquitectura barroca adaptada pelas ordens religiosas mendicantes.

Tem um alpendre com um arco e duas amplas janelas laterais, correspondentes ao sub-corpo que antecede o corpo principal, protegido por pilastras de ardósia trabalhada, ladeando três janelas de cornijas muito pronunciadas.

O interior do alpendre, com abóbada de aresta, tem três portadas, duas laterais de xisto; e a principal de mármore branca, com empena semi-circular composta pelo coração do patriarca Santo Agostinho, ambas do tipo de corda saliente, bem típicas do período quinto-joanino.

A nave pavimentada com tijoleira regional apresenta uma secura ornamental e arquitectónica comum aos edifícios monásticos deste período, sobretudo no que diz respeito à ausência de decoração interior.

A capela-mor de ampla planta quadrada tem cobertura de aresta e é antecedida por um elevado arco triunfal, apilastrado de ábacos e cornijas muito salientes, tendo um ordenamento flórico no remate axial.

 

_Localização
 Telheiro, freguesia de Monsaraz
_Tipo_Classificação_Decreto
 Arquitectura Religiosa n/a n/a