Igreja Matriz de Santo António


 
 
Igreja Matriz de Santo António
 

Foi lançada a primeira pedra a 27 de Outubro de 1887.

O exterior é marcado por grandes arcobotantes e pela torre sineira, o que a torna num dos melhores exemplos de igrejas neogóticas em Portugal.

Esta igreja teve as suas raízes históricas no ano de 1887, com a determinação da Junta da Paróquia de Reguengosde edificar um templo em terrenos dos Novos Paços do Concelho.

Dedicada a Sto António, foi encomendado o projecto ao Arquitecto António José Dias da Silva (autor da Praça de Touros do Campo Pequeno, em Lisboa) resultando o edifício com características do espírito romântico da época gótico-manuelina.

Mais tarde, na sequência do Concílio Vaticano II, sofreu obras de adaptação à ordenação determinada pela reforma litúrgica.

De planta em cruz latina, com a torre sineira colocada a meio da fachada. O seu interior é composto por 3 naves, transepto saliente e na zona da cabeceira apresenta 3 capelas.

O corpo da nave ritmado por gigantes arcobotantes, assim como a construção da torre a meio da frontaria, conduzem este templo a um dos melhores exemplares da arquitectura neo-gótica em Portugal.

 

_Localização
 Praça da Liberdade em Reguengos de Monsaraz, freguesia de Reguengos de Monsaraz.
_Tipo_Classificação_Decreto
 Arquitectura Religiosa n/a n/a