17 fevereiro 2017

FEDER cofinancia projetos de mais de dois milhões de euros no concelho de Reguengos de Monsaraz

Projetos “Recuperação dos Baluartes Fortificados em Monsaraz” e “Reguengos de Monsaraz – Cidade Europeia do Vinho 2015/Capital dos Vinhos de Portugal”

Os projetos "Recuperação dos Baluartes Fortificados em Monsaraz" e "Reguengos de Monsaraz – Cidade Europeia do Vinho 2015/Capital dos Vinhos de Portugal" que foram apresentados pelo Município de Reguengos de Monsaraz para financiamento comunitário pelo FEDER já estão assinados e representam investimentos superiores a dois milhões de euros no concelho. Os contratos de financiamento foram assinados na semana passada em Campo Maior numa cerimónia que teve a presença do Ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques.

As candidaturas da autarquia foram apresentadas ao Alentejo 2020 – Programa Operacional Regional do Alentejo 2014-2020 na área do Património Cultural e Natural e nas tipologias Requalificação do Património Cultural e Promoção Turística. Nesta cerimónia foram assinados 32 termos de aceitação com os respetivos beneficiários dos projetos aprovados, num total de 32,2 milhões de euros de investimento e de 24,1 milhões de euros de cofinanciamento do FEDER.

O projeto "Reguengos de Monsaraz – Cidade Europeia do Vinho 2015/Capital dos Vinhos de Portugal" foi o que teve melhor avaliação pela entidade regional gestora dos fundos comunitários, atingindo 4,5 pontos em 5 pontos possíveis. Este projeto vai financiar o investimento efetuado pela autarquia na promoção do concelho e do setor da vinha e do vinho a nível nacional e internacional.

O projeto "Recuperação dos Baluartes Fortificados em Monsaraz" visa a reabilitação do caminho da Barbacã exterior, o desenho de uma proteção ao longo da Rua da Guarda, a articulação entre a Porta de Évora e o Caminho da Barbacã, a reabertura da Porta Sul do Castelo e a sua ligação à Barbacã Sul, mas também a recuperação do pátio da Casa da Inquisição e a sua união ao Castelo. Com a implementação deste projeto resolvem-se as necessidades prementes de consolidação dos paramentos do castelo, das muralhas e da antiga Barbacã de Monsaraz, articulando-se esta operação de conservação com a restituição à vila histórica de uma parte muito significativa do antigo caminho das fortificações exteriores, o perdido caminho da Barbacã, possibilitando a visita completa da sua primeira e exterior linha de defesa e o acesso aos baluartes e revelins a Sul.

José Calixto, Presidente da Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz, considera que "estes investimentos são estruturantes para o futuro do nosso concelho. Devo destacar a nossa candidatura que obteve a mais alta classificação de todos os 54 milhões de euros em projetos apresentados, dos quais 32 milhões obtiveram avaliação de mérito para serem agora financiados".

​Gabinete de Comunicação e Imagem
Carlos Manuel Barão
Tel: 266 508 048 | imprensa@cm-reguengos-monsaraz.pt