05 junho 2015

Museu Mestre Batista recebeu a casaca que D. Francisco Mascarenhas vestiu quando foi padrinho de alternativa do cavaleiro tauromáquico

Espólio do cavaleiro natural do concelho de Reguengos de Monsaraz visto por mais de 4.500 pessoas no primeiro ano exposto ao público

No primeiro ano aberto ao público, o Museu Mestre Batista, em Reguengos de Monsaraz, registou mais de 4.500 visitantes, maioritariamente nacionais, que quiseram conhecer melhor a carreira do cavaleiro tauromáquico. Para assinalar a data, D. Francisco Mascarenhas doou a casaca que vestiu no dia 15 de setembro de 1958, data em que foi padrinho de alternativa de José Mestre Batista (1940-1985), na Praça Daniel Nascimento, na Moita.

A casaca, roxa e bordada a fio de prata, enriquece o espólio do museu que integra mais 23 casacas, um fato curto completo, várias jaquetas, quatro fatos de tourear (trajo de Luzes) dos bandarilheiros, a cabeça, a crina e uma pata do cavalo Falcão, quatro selas de tourear e dois selins à inglesa, vários arreios de cortesia, freios e estribos. Em exposição estão também alguns objetos pessoais do toureiro, como relógios de bolso com corrente em prata, fio com crucifixo em prata, botões de punho em prata, aliança de casamento e devido livrinho de Pádua, livro de orações com capa em madre pérola, óculos de ler, troféus e as insígnias do grau de Comendador da Ordem do Infante Dom Henrique, atribuído a título póstumo pelo Presidente da República, Ramalho Eanes, em 1985.

O Museu Mestre Batista foi inaugurado no dia 30 de maio de 2014, data em que se assinalou o 74º aniversário do nascimento do histórico cavaleiro tauromáquico em S. Marcos do Campo, localidade do concelho de Reguengos de Monsaraz. O museu acolhe o espólio mais relevante de José Mestre Batista, cedido pela família do toureiro, nomeadamente pela sua viúva, Tina Mestre Batista, e está aberto ao público de terça-feira a domingo, das 10h às 13h e entre as 15h e as 19h.

Em 2009 José Mestre Batista foi homenageado pela Junta de Freguesia de São Marcos do Campo com a inauguração de uma estátua equestre na rotunda de entrada da aldeia e dois anos depois pela Santa Casa da Misericórdia de Reguengos de Monsaraz com a atribuição do seu nome à praça de touros de Reguengos de Monsaraz.

​Gabinete de Comunicação e Imagem
Carlos Manuel Barão
Tel: 266 508 048 | imprensa@cm-reguengos-monsaraz.pt