Igreja Matriz de Santo António

​As suas raízes históricas remontam ao ano de 1887, com a determinação da Junta de Paróquia de Reguengos...

​As suas raízes históricas remontam ao ano de 1887, com a determinação da Junta de Paróquia de Reguengos de edificar uma igreja em terrenos mais próximos dos novos Paços do Concelho e, assim, aumentar o número de fiéis. Após a deliberação da Junta de Paróquia, que contava com a dádiva de 14 contos de réis que Manuel Papança deixou em testamento para o efeito, encomendou-se o projeto ao ilustre arquiteto António José Dias da Silva, autor da Praça de Touros do Campo Pequeno, que traçou o edifício com o espírito romântico da época gótica-manuelina. Em substituição da antiga ermida de Santo António e continuando a professar ao mesmo santo, a primeira pedra viria a ser lançada no dia 27 de outubro de 1887. No dia 25 de agosto de 1912 procedeu-se, finalmente, à sua inauguração.

Quanto à sua composição, a igreja tem forma de cruz latina e uma torre sineira a meio da fachada. O seu interio​r é constituído por três naves, ladeadas por cinco altares, transepto saliente e três capelas na zona da cabeceira. Do exterior podem-se realçar os grandes arcobotantes e a torre sineira. Mais tarde, na sequência do Concílio Vaticano II, veio a sofrer obras de adaptação à ordenação determinada pela reforma litúrgica.

Praça da Liberdade, Reguengos de Monsaraz

Informações Adicionais