2021-03-31_mais-comercio-local-topo
Praia Fluvial de Monsaraz
mantas-monsaraz_quadrado
Mantas Alentejanas – Arte e Tradição
Mantas Alentejanas – Arte e Tradição
VER +
Agenda
Notícias
“Dê Troco a Quem Precisa” para a Emergência abem: COVID-19  nas farmácias aderentes do Distrito de Évora

“Dê Troco a Quem Precisa” para a Emergência abem: COVID-19 nas farmácias aderentes do Distrito de Évora

Recolha de donativos nas farmácias para apoiar portugueses mais vulneráveis devido à pandemia de 21 a 29 de junho. Pelo quinto ano consecutivo, a Associação Dignitude vai dinamizar a campanha de angariação de fundos “Dê Troco a Quem Precisa”, que irá decorrer nas farmácias aderentes do Distrito de Évora entre 21 e 29 de junho. A iniciativa convida os portugueses a doar o troco das compras realizadas nas farmácias à Emergência abem: COVID-19, para ajudar as pessoas mais vulneráveis devido à pandemia. Os donativos recolhidos serão integralmente aplicados no acesso a medicamentos, produtos e serviços de saúde para quem mais precisa. A Emergência abem: COVID-19 foi lançada em março de 2020 e já presta apoio a mais de 1.400 portugueses referenciados por entidades parceiras locais, de que fazem parte Câmaras Municipais, Juntas de Freguesia, Instituições Particulares de Solidariedade Social, Cáritas e Misericórdias. Élia Quintas, Vice-presidente da Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz, destaca:  \"O Programa abem: tem sido uma excelente ajuda na promoção da igualdade de acesso ao medicamento no Concelho de Reguengos de Monsaraz, contribuindo para a diminuição das desigualdades sociais e de saúde da nossa população.\" «As Farmácias aderentes do distrito de Évora decidiram juntar-se à Campanha Dê Troco a Quem Precisa para ajudar as famílias mais impactadas pela pandemia. Entre 21 e 29 de junho é possível fazer a diferença na vida dos mais desprotegidos! Convidamos todos os portugueses a juntarem-se a nós nesta onda solidária», apela Sara Grou, farmacêutica. Além da campanha que irá decorrer nas farmácias aderentes entre 21 e 29 de junho, é ainda possível apoiar esta iniciativa através de: - Transferência bancária para o IBAN: PT50 0036 0000 9910 5930 0855 9 - Via MBWAY: 932 440 068 Os doadores podem enviar comprovativo de transferência, nome e NIF para geral@dignitude.org, para que lhes seja enviado o recibo de donativo. Esta é uma iniciativa apoiada pela Portugal Inovação Social, através de Fundos da União Europeia.   Farmácias Dê Troco a Quem Precisa – Distrito de Évora Alandroal: Farmácia Alandroalense; Farmácia Santiago Maior Évora: Farmácia Branco; Farmácia Branco de S. M. Machede; Farmácia Infante de Sagres Mora: Farmácia Central Borba: Farmácia Central Montemor-o-Novo: Farmácia Novalentejo Mourão: Farmácia Central Portel: Farmácia da Misericórdia de Portel Viana do Alentejo: Farmácia da Misericórdia das Alcáçovas; Farmácia Nova Vendas Novas: Farmácia Ribeiro Sobre a Associação Dignitude: A Associação Dignitude nasceu no dia 4 de novembro de 2015, em Coimbra, onde está sedeada. É uma instituição particular de solidariedade social que tem por missão o desenvolvimento de programas solidários de grande impacto social, que promovam a qualidade de vida e o bem-estar dos portugueses. O abem: Rede Solidária do Medicamento é o primeiro Programa promovido pela Associação Dignitude. São Associados Promotores a Cáritas Portuguesa, a Plataforma Saúde em Diálogo, a Associação Portuguesa da Indústria Farmacêutica e a Associação Nacional das Farmácias. Através de protocolos institucionais, juntaram-se ao projeto a Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade, a União das Misericórdias Portuguesas, a Associação de Farmácias de Portugal e a Associação Nacional de Municípios Portugueses. Foram Associados Fundadores da Dignitude: António Arnaut; António Ramalho Eanes; Francisco Carvalho Guerra; João Gonçalves da Silveira; João Cordeiro; Maria de Belém Roseira; Odette Santos Ferreira.  Sobre o Programa abem: Rede Solidária do Medicamento O Programa abem: Rede Solidária do Medicamento é um projeto inovador, lançado pela Associação Dignitude. Tem como objetivo permitir o acesso, de forma digna, aos medicamentos prescritos a quem não tem capacidade financeira para os adquirir, cobrindo, no receituário, o valor não comparticipado pelo Estado. O abem: está presente em todos os distritos do país e regiões autónomas. Assenta numa rede de parcerias que assegura o circuito solidário do medicamento. Qualquer pessoa em situação de carência pode ser referenciada ao Programa pelas entidades locais, que vão desde Juntas de Freguesia e Câmaras Municipais, a IPSS e outras instituições da área social. Depois de referenciado, o beneficiário tem acesso ao Cartão abem: bastando apresentá-lo numa farmácia abem: para poder adquirir os medicamentos comparticipados que lhe forem receitados. A despesa realizada é coberta pelo Fundo Solidário, 100% dedicado à co comparticipação de medicamentos dentro do Programa, alimentado por uma campanha permanente de angariação de fundos. A nível nacional, o Programa já apoiou 22.146 beneficiários de 12.495 famílias, dos quais 13% são crianças. Já foram adquiridas, ao abrigo do abem: 1.060.500 embalagens de medicamentos desde o seu início, em maio de 2016*. A avaliação de Impacto social do projeto, segundo a metodologia SROI – Retorno Social do investimento – revela que o Programa gerou nos dois primeiros anos um retorno social de 6,9 milhões de euros, mostrando que cada euro investido teve um impacto social valorizado em 7,8 euros. * Dados referentes ao mês de maio de 2021  Sobre o Emergência abem: COVID-19 A Emergência abem: COVID-19 é uma iniciativa desenvolvida pela Associação Dignitude desde março de 2020 para apoiar as famílias que ficaram mais vulneráveis em consequência da pandemia COVID-19. Com o apoio de 47 entidades parceiras locais já ajudámos 1.472 portugueses no acesso aos medicamentos, produtos e serviços de saúde*. Apoiámos ainda 14.804 entregas de medicação hospitalar em casa ou numa farmácia próxima do domicílio dos beneficiários, através da articulação com 33 hospitais e 2.906 farmácias*. No final do ano passo, a Emergência abem: COVID-19 garantiu também a vacinação contra gripe a um dos principais grupos de risco para a COVID-19. Deste modo, os cidadãos com 65 ou mais anos puderam vacinar-se gratuitamente numa Farmácia da sua preferência, à semelhança do que acontece nos centros de saúde, tendo sido garantidas cerca de 200.000 administrações de vacinas contra a gripe sazonal*. * Dados referentes ao mês de maio de 2021 Informações adicionais: Raquel Murgeira :: 927 413 011 :: raquelmurgeira@lpmcom.pt Alexandra Sobreira :: 932 444 517 :: alexandrasobreira@lpmcom.pt LPM Comunicação Tel. 21 850 81 10 Ed. Lisboa Oriente, Av. Infante D. Henrique, 333 H - Escritório 49, 1800-282 Lisboa www.lpmcom.pt
21 de Junho
Transforma – Programa para uma Cultura Inclusiva do Alentejo Central, coordenado pela CIMAC

Transforma – Programa para uma Cultura Inclusiva do Alentejo Central, coordenado pela CIMAC

O Transforma – Programa para uma Cultura Inclusiva do Alentejo Central, coordenado pela CIMAC, e cofinanciado pelo Fundo Social Europeu no âmbito do Alentejo 2020, pretende promover a inclusão social junto de populações excluídas ou isoladas, através de uma abordagem integrada entre cultura e inclusão social num contexto predominantemente rural e de baixa densidade. A CIMAC – Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central, composta por 14 municípios: Alandroal, Arraiolos, Borba, Estremoz, Évora, Montemor-o-Novo, Mora, Mourão, Portel, Redondo, Reguengos de Monsaraz, Vendas Novas, Viana do Alentejo e Vila Viçosa, propõe-se desenvolver um programa inovador que poderá contribuir para a correção de desigualdades ou assimetrias sociais. O Transforma pretende estabelecer uma abordagem diferenciadora na forma como a cultura pode ser geradora de coesão e inclusão social, de crescimento económico, de práticas ambientais sustentáveis, numa lógica de cidadania participativa e de proximidade territorial. Num momento em que Évora prepara uma candidatura a Capital Europeia da Cultura em 2027, agregando nos seus objetivos o desenvolvimento integrado de toda a sub-região, o Transforma é uma oportunidade única para promover um acesso generalizado à cultura, capacitando agentes e organizações locais para que também acompanhem uma crescente integração de novos públicos nas respetivas programações assim como para promover a experimentação e a inovação, gerar conhecimento e modelos demonstrativos, replicáveis em contextos semelhantes. Saiba mais informações na lista de documentos abaixo apresentada.
15 de Junho
José Calixto vai receber o prémio Personalidade do Ano da Associação de Municípios Portugueses do Vinho

José Calixto vai receber o prémio Personalidade do Ano da Associação de Municípios Portugueses do Vinho

Autarca vai ser premiado pelo trabalho desenvolvido na presidência da RECEVIN José Calixto, Presidente da Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz, vai receber no dia 12 de junho o prémio Personalidade do Ano, atribuído pela AMPV - Associação de Municípios Portugueses do Vinho. O autarca vai ser premiado pelo trabalho desenvolvido enquanto Presidente da RECEVIN – Rede Europeia de Cidades do Vinho. A cerimónia de entrega dos Prémios Prestigio AMPV vai decorrer a partir das 17h na Feira Nacional da Agricultura, em Santarém, e será presidida pela Ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes. A AMPV tem 92 municípios associados e ao longo da sua história atribuiu o prémio Personalidade do Ano ao Chefe Silva (2008), João Carvalho Ghira (2009), Antero Martins (2010), Luís Lopes (2011), Francisco Sampaio (2012), Manuel Novaes Cabral (2013), Virgílio Loureiro (2014), Mário Louro (2015), Vasco d’Avillez (2016), Manuel Goulart Serpa (2017), Ana Mendes Godinho (2018) e Rui Nabeiro (2019). José Calixto vai intervir também na sessão de abertura, juntamente com Eduardo Oliveira e Sousa, Presidente da CAP - Confederação dos Agricultores de Portugal, Pedro Ribeiro, Presidente da AMPV, e Rui Ventura, Presidente da Câmara Municipal de Pinhel, localidade que é a Cidade do Vinho 2021/22. Este é o segundo mandato de José Calixto na presidência da RECEVIN, tendo sido eleito pela primeira vez em abril de 2016 na assembleia geral que decorreu em Valdobbiadene, em Itália. A RECEVIN integra associações nacionais de cidades do vinho e cerca de 800 cidades da Alemanha, Áustria, Bulgária, Eslovénia, Espanha, França, Grécia, Hungria, Itália, Portugal e Sérvia. Carlos Manuel Barão / Comunicação e Imagem Email: imprensa@cm-reguengos-monsaraz.pt Tlf.: 266 508 048
9 de Junho
Campanha “Mais Comércio Local” – Listagem de premiados

Campanha “Mais Comércio Local” – Listagem de premiados

Resultados dos sorteios semanais de vouchers de desconto no âmbito da campanha \"Mais Comércio Local\" De notar que é imperativo que nas faturas/recibos associados a cada uma das compras que dão direito ao cupão conste o NIF (número de identificação fiscal) e que os mesmos sejam guardados até ao último dia da campanha. Sorteio de 1 de junho de 2021 Ermelinda Rosa G. Saramago Isabel Santos Maria dos Anjos Lopes Cebolo da Conceição Maria da Conceição Branquinho Serra Fernandes Arlindo Bico Saramago Maria da Conceição Branquinho Serra Fernandes Maria dos Anjos Lopes Cebolo da Conceição Maria Soledade S. Freire Maria dos Anjos Lopes Cebolo da Conceição António Manuel Raposo Barbas Maria da Graça Murteira Maria dos Anjos Lopes Cebolo da Conceição Paula Maria Medinas Natário Grilo Os restantes 3 cupões sorteados foram invalidados por incumprimento do ponto 4.1 das normas da campanha “Mais Comércio Local”. Sorteio de 25 de maio de 2021 João Quintas Inácio Braz Margarida Falé Sardico Margarida Falé Sardico Maria da Conceição Branquinho Serra Fernandes Ermelinda Rosa G. Saramago Cristina Isabel Henriques Miranda Flora dos Santos Lourenço Major Ermelinda Rosa G. Saramago Lúcia Rosado Luís Alberto Lopes Leitão Antónia Maria F. G. Fernandes Maria Sesimbra Rodrigues Os restantes 3 cupões sorteados foram invalidados por incumprimento do ponto 4.1 das normas da campanha “Mais Comércio Local”. Sorteio de 18 de maio de 2021 Isabel Santos Paula Maria Medinas Natário Grilo Maria da Conceição Branquinho Serra Fernandes Nelson Lopes Fernando José Rosado Valadas Andreia Siquenique Célia de Jesus Miranda Pinheiro Pinto Maria Joana Tomé Gamado Galante Maria Joana Tomé Gamado Galante Lúcia Rosado Rosa Maria Bagulho Falé Valter Reis Prates Os restantes 4 cupões sorteados foram invalidados por incumprimento do ponto 4.1 das normas da campanha “Mais Comércio Local”. Sorteio de 11 de maio de 2021: Maria da Conceição Branquinho Serra Fernandes Maria da Conceição Branquinho Serra Fernandes José Domingos Serra Fernandes Sónia Silva Quintas Inácia Neves Quintas Maria Amélia Amador Férias Monteiro Maria dos Anjos Conceição Maria dos Anjos Conceição Maria dos Anjos Conceição Margarida de Jesus M. C. Antunes José António Mimoso Barão Margarida Falé Sardico Maria Joana Tomé Gamado Galante Os restantes 3 cupões sorteados foram invalidados por incumprimento do ponto 4.1 das normas da campanha “Mais Comércio Local”. Sorteio de 4 de maio de 2021: Maria dos Anjos Conceição Arlete Félix Poupa Isabel Santos Luís Manuel Ramalho Pronto Lúcia Moreira Caeiro Ana Leonor Pacheco Ermelinda Rosa G. Saramago Maria David Gomes Celeste Carvalho dos Ramos Maria João Rosa Ana Paula Casinha M. Amador Célia Conceição Os restantes 4 cupões sorteados foram invalidados por incumprimento do ponto 4.1 das normas da campanha “Mais Comércio Local”. Sorteio de 27 de abril de 2021: Maria Irene Mendes Grilo Maria Amélia Monteiro Pedro Nuno Campos Natário Maria da Conceição Branquinho Fernandes Maria Amélia Monteiro Arlindo Bico Saramago Sabino Silva Mafalda Gonçalves Maria Sesimbra Rodrigues Paulo Jorge Marcão Leitão André Conde Maria João Rosa Os restantes 4 cupões sorteados foram invalidados por incumprimento do ponto 4.1 das normas da campanha “Mais Comércio Local”. Sorteio de 12 de janeiro de 2021: Pedro Natário Francisco Manuel Lopes Ana Leonor Pacheco Maria Gomes David Maria de Lurdes Medinas Borrego Maria Prazeres Rodrigues Maria Isabel P. Almeida Vaz Carvalho Isabel Santos Inácio Gomes Braz Teresa Fátima Marques Neves Marília Rosado Maria João Rosa Jaime Manuel dos Santos Pinheiro Antónia do Rosário Caeiro Pimenta Lopes Os restantes 2 cupões sorteados foram invalidados por incumprimento do ponto 4.1 das normas da campanha “Mais Comércio Local”. Sorteio de 5 de janeiro de 2021: Manuel Francisco Godinho Carrilho Rui Francisco Rancheiro Plácido Andreia Isabel Raminhos Pinto Cesaltina Rosado P. Gonçalves Maria Jacinta Maria Soledade S. Freire Carlos Manuel Ramalho Rosa Lúcia Cristina Lourinho Rosado António Manuel Calixto Matias Joaquim Alcaparra Maria da Conceição Branquinho Fernandes Jorge Branquinho Santos Paula Maria Medinas Natário Grilo Inácia Sousa Serrano Arlindo Bico Saramago Susana Andana Sorteio de 29 de dezembro de 2020: Oksana Kushnarova Raquel Poupinha Pereira Susana Maria Vieira Charrua Carla Sofia Pereira Reis Dora Maria Rosado Parreira Katalin Fekete Inês Silva Ana Margarida Ferreira Vera Malhadas Ana Rita Caldeira Monteiro Arlindo Bico Saramago Maria Caeiro Guerra Lopes Maria João Rosa Isménia Marques Verdades Os restantes 2 cupões sorteados foram invalidados por incumprimento do ponto 4.1 das normas da campanha “Mais Comércio Local”. Sorteio de 22 de dezembro de 2020: Ermelinda Rosa G. Saramago José Eduardo Correia Ana Paixão Maria do Carmo Lobo Teresa Silva Dora Cristina Patrão Maria Sesimbra Rodrigues Maria Isabel Canário Maria Teodora Tusco Bia Correia Teresa de Jesus Fernandes Cláudia Flores Ana Cristina da Silva Ramalho Anónimo Maria Helena Natário Rosado Os restantes 2 cupões sorteados foram invalidados por incumprimento do ponto 3.2 das normas da campanha “Mais Comércio Local”. Sorteio de 15 de dezembro de 2020: Tatiana Cojocaru Maria Luísa Rosado Lopes Caeiro (1º cupão sorteado) Paula Maria Medinas Natário Grilo Márcia Gaspar Ricardo Medinas Guerra Maria de Fátima Dias Lourinho Fernandes Sónia Cunha Maria Luísa Rosado Lopes Caeiro (2º cupão sorteado) Xavier Miguel Silva Natário Inácia Gomes Paula Cristina Aleixo Soeiro Neusa Isabel da Luz Medinas Manuel Inácio Valente Miranda
1 de Junho
Documentos
Conhecer
Acessos rápidos
Alentejo Central

CIMAC

A Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central é uma pessoa coletiva de direito público de natureza associativa e âmbito territorial e visa a realização de interesses comuns aos municípios que a integram.
www.cimac.pt
Nome
Email
Descarregue a nossa app